Mas afinal porque ocorrem Ruturas?

posted in: Uncategorized | 0

Muitas vezes os clientes chegam às lojas com o intuito de comprar determinado produto e deparam-se com a realidade de que o mesmo se encontra esgotado. Esta questão além de ser um incómodo para os clientes, é um problema para as marcas uma vez que significa perda de vendas para as mesmas. Mas afinal quais são as razões que levam às ruturas de stock?

Stock de cobertura

Uma das causas das ruturas reside no stock de cobertura. Isto ocorre quando a equipa comercial na definição do volume de compras não considera o stock de cobertura para as categorias em que o prazo de entrega por parte dos fornecedores é maior, resultando em ruturas.

Ruturas anteriores

Por vezes, o pedido de compra é calculado com base em apenas o histórico de vendas, não tendo em consideração as ruturas ocorridas previamente. Neste sentido, não é considerado o que não foi vendido o que, consequentemente, dará origem a uma nova rutura.

Impacto das promoções

Outra causa comum das ruturas traduz-se na falta de dados acerca do impacto das promoções. Quando a marca líder reduz significativamente o preço, ocorre uma migração do consumo das marcas concorrentes para a mesma. Posto isto, verifica-se um aumento nas vendas da marca líder que não é considerado quando se faz o pedido novamente, originando ruturas.

Reposição automática

A reposição automática sem ter um sistema eficiente de sincronização de dados também pode ser uma causa de rutura. Isto causa divergências na informação, o que consequentemente atrasará a saída de novos pedidos.

Sistema integrado de gestão

Outra causa de ruturas pode ter origem na falta de um sistema de gestão (erp) que sincronize todos os dados de todos os setores: frente de loja, centros de distribuição, compras, etc.

Identificação de divergências

A inexistência de processos que identifiquem divergências ao nível do stock físico e no âmbito do que está no sistema podem originar ruturas.

Excesso de SKU’s

A origem das ruturas, também, pode residir no excesso de SKU’s que, por sua vez, dificulta a gestão do responsável, que não consegue acompanhar todos os produtos que estão ao seu cargo.

Agora já está especialista em ruturas!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *