As consequências das ruturas

As ruturas acontecem sempre que uma pessoa se dirige a um ponto de venda com a intenção de comprar o produto da nossa marca mas este não está presente no linear. E de que forma estes acontecimentos podem afetar a marca?

Quebra nas vendas

Este é a primeira grande consequência pelo facto de não existir stock disponivel: a empresa não vende!

A empresa apenas consegue vender o produto caso esteja exposto na prateleira ou exista em armazém – caso contrário a empresa não consegue escoar o produto que tinha inicialmente definido.

Redução de market share

32% – esta é a probabilidade de o cliente optar por comprar uma  marca concorrente no caso do seu produto não se encontrar disponível naquele momento.

Como é fácil de entender, perder um cliente para um dos concorrentes é ainda pior do que “apenas” não vender o nosso produto, perdendo parte da quota de mercado que teríamos no período anterior.

Desperdício de recursos (custos de marketing)

Este custo acontece pois despendemos recursos (nomeadamente, de marketing) para impactar o cliente, quer seja através de publicidade no ponto de venda ou nas redes sociais.

Desta forma, o cliente conheceu a nossa marca, desenvolveu a sua intenção de compra e, quando se dirigiu ao ponto de venda, o produto não exisitia.

Diminuição da intenção de compra e da lealdade para com a marca

Podemos considerar como um sendo um fator indireto mas tem uma importância extrema para a marca (e totalmente relacionado com o ponto anterior).

O custo de aquisição de um cliente é bastante elevado para uma marca, principalmente pelos recursos e tempo necessários que têm de ser utilizados até este se tornar um cliente fiel à marca. Desta forma, a marca não pode correr o risco de perder a confiança de um grupo de clientes que acreditam nas vantagens e nos valores da marca.

 

Conheça melhor o nosso serviço de gestão de vendas em www.exceder.pt!

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *